Dirce Reis

Apresentamos Dirce Reis, mais uma pessoa apostada no caminho para a sustentabilidade em que Seia está envolvida.

O que faz?

Sou professora do ensino secundário.

Onde trabalha?

Trabalho como professora na Escola Secundária de Seia e sou presidente da direcção da Academia Sénior de Seia, onde faço trabalho voluntário.

Diga-nos uma coisa de que gosta muito e uma que detesta?

Gosto de trabalhar nos espaços verdes e fazer jardinagem. Fazer limpezas, plantações… O que detesto? As políticas sociais de hoje, nomeadamente aquelas que dificultam o trabalho voluntário. Criam-se entraves que impossibilitam a implementação de projectos.

Colabora na Agenda 21 Local de Seia (A21L) desde o início. Como explicaria aos Senenses o que é?

A A21L é promovida pela Câmara Municipal de Seia junto das instituições de Seia, com o apoio da Universidade Católica Portuguesa. Tem como objectivo o Desenvolvimento Sustentável de Seia. A Academia Sénior foi chamada a colaborar, como outras instituições senenses. Uma das finalidades deste processo é cuidar do ambiente para que as gerações vindouras também possam usufruir deste.

Como acha que os Senenses podem colaborar?

Os jovens, que já estão bastante sensibilizados para as questões da sustentabilidade, podem participar, por exemplo, em acções de limpeza das matas, na manutenção de quintais de casas de emigrantes ou no embelezamento da cidade através da pintura de muros. Os seniores podem colaborar partilhando os seus saberes. E todos podemos andar a pé na cidade em vez de usar carro. É bom para a saúde e menos prejudicial para o ambiente.